sexta-feira, 16 de abril de 2010

Resultados do Passatempo "D.Amélia"


Os meus agradecimentos aos 238 participantes do passatempo “"D. Amélia" de Isabel Stilwell, desde Março à venda nas Livrarias (1º Lugar no Top da Fnac e 2º no Top da Bertrand), que decorreu do dia 09 até às 23:59 do dia 16 de Abril. Destas 238 participações, 170 estiveram em conformidade com as regras de participação.

Permitam-me dizer que me surpreenderam as imensas respostas erradas (29%) que foram dadas, sobretudo por simples falta de atenção e pelas mesmas (erradas) terem servido para a participação de várias pessoas. Ou seja, alguém investigou, mal, e depois forneceu as respostas aos amigos que participaram com as mesmas respostas, a maioria nem uma vírgula mudou. Foram então imensos os mails seguidos com respostas erradas.

E foi uma pena, o Blog NLivros já tem o livro e podemos garantir tratar-se de uma obra de eleição, muito mais do que um mero Romance Histórico.

As respostas às perguntas eram as seguintes:

1) Onde nasceu D. Amélia?
R: Eram aceites: Inglaterra ou Twickenham.

2) Em que ano D. Amélia se tornou Rainha de Portugal?
R: 1889, aquando da morte do sogro. (1886 foi o ano do matrimónio D. Carlos com D. Amélia, mas D. Carlos não era, ainda, Rei de Portugal).

3) Refira o título de um dos Romances Históricos de Isabel Stilwell.
R:Filipa de Lencastre” ou “Catarina de Bragança” ou “D. Amélia

Os Vencedores são:

93) Cláudia Cruz (Rio de Mouro)
145) Gabriela Monteiro (Lisboa)

Parabéns aos vencedores e continuação de boas leituras!

4 comentários:

PedroTavares disse...

http://www.eco-gama.blogspot.com

Este é o projecto que anda a decorrer na minha escola. Precisamos de seguidores, de dinamizá-lo ainda mais. Se puderes apenas segui-lo, agradecíamos imenso! =)

Iceman disse...

Caro Pedro,

é com todo o prazer.

Já me coloquei como seguidor do blog e coloquei link para o mesmo em "Blogs Amigos".

:D

Joana Lopes Correia disse...

Caro Iceman,
não querendo de forma alguma legitimizar participações menos esforçadas, gostava apenas de alertar para o facto que a mim me baralhou e que me fez errar numa das respostas dadas, a primeira.

Segundo se pode ler aqui no blog na sinopse do livro "D. Amélia... Morreu seis anos depois em França, seu país natal...".

Apesar disso investiguei e descobri - confesso que não sabia - que D. Amélia tinha nascido em Inglaterra.

Entre um país e outro acabei por optar pelo que me era dado como "oficial" segundo o livro.

Talvez esta baralhação tenha acontecido com outras pessoas...

Iceman disse...

Olá Joana.

Entendo o teu ponto de vista e admito que possa ter sido isso que influenciou os participantes, no entanto a questão formalizada era objectiva de modo a não existir especulações e, sobretudo, confesso, tratou-se também de uma pergunta rasteira de modo a perceber aqueles que de facto investigaram.

A questão era: Onde Nasceu D. Amélia?

Não se questionava a sua nacionalidade porque, de facto ela pertencia á família real francesa que, na altura, estava no exílio. A sua nacionalidade era, como sempre foi, francesa, no entanto ela nasceu em Inglaterra.

Isso sempre foi muito comum em várias casas reais europeias. por exemplo, imagina que D.Isabel (mulher de D.Duarte Pio) vê o seu filho nascer numa visita a Espanha, por exemplo, a criança será sempre de nacionalidade portuguesa pese embora no registo esteja nascido em Espanha.

Mas pronto, admito que isso tenha baralhado os participantes que optaram pela resposta: França.