domingo, 24 de fevereiro de 2013

Já li muita coisa

sobre a Segunda Guerra Mundial, mas o livro de Martin Gilbert está-me a deixar atónito com o que ali está exposto.
 
Sinceramente sei que a essência do Ser Humano é pérfida, mas estava longe, muito longe de pensar que, em pleno Séc. XX, Seres Humanos fizessem o que fizeram a outros Seres Humanos.
O que ali está relatado, e ainda me faltam 300 páginas para terminar o livro, ultrapassa o inimaginável. É uma bestialidade insana que NÃO pode voltar a acontecer.
É tanta atrocidade, que só consigo ler 20, 30 páginas por dia face a tanto asco que aquilo me mete.
É doentio!

2 comentários:

André Nuno disse...

Iceman,
realmente no período da 2ªGerra cometeram-se atrocidades inqualificáveis que jamais se deveriam repetir.
Se me permites uma "farpa" que me ocorreu enquanto lia o teu post, existe o hábito de qualificar as atrocidades que o Homem comete como desumanas. É interessante porque não me recordo de mais alguma espécie tão cruel consigo mesma do que a humana. Será que a maldade faz parte da nossa essência? E, caso faça, fará assim tanto sentido adjectivar de "desumanas" ou "bestialidades" actos que, ao longo da história, o ser humano sempre acaba por repetir?
Foi só uma divação...
Espero que consigas terminar o livro. Cá estaremos para te ler a opinião.
Abraço.

Iceman disse...

Grande André!
Sim, vou terminar, faltam-me cerca de 100 páginas e estou pasmado face a tanta crueldade.
O que os nazis fizeram e os japoneses foi tão bárbaro que, chamar "bárbaro" aos seus actos é um afago aos bárbaros que invadiram o império romano, bárbaros esses que estão por detrás da "civilização" anglo-saxónica.
Agora colocas algo interessante. Concordo, não se pode chamar desumano às bestialidades, porque, na minha opinião, a essência do ser humano é má. Nota, o ser humano é o único ser que mata por prazer, destrói a "casa" (meio ambiente) onde vive e está constantemente em quezílias com outros.
E o mais grave é que não aprende com os erros e é assustador saber que o que sucedeu na 2ª Guerra, vai acontecer no futuro.
Arrepiante!