quarta-feira, 30 de outubro de 2013

Citações (IV)

Se vissem as coisas tal como elas são… se compreendessem, de uma vez, que o homem é uma besta imunda e que nada há a fazer… todo o regime social está fatalmente condenado a reflectir o que há de irremediavelmente mau na natureza humana…

In "Os Thibault, Roger Martin du Gard"

5 comentários:

Cristina Torrão disse...

Eu costumo dizer que não acredito na Humanidade, apenas em alguns humanos. Mas não tenho a certeza se a natureza humana, por si, é má. Também não acredito inteiramente na teoria do bom selvagem, de Rosseau. Mas acho que, com o acompanhamento adequado, qualquer pessoa pode ser, pelo menos, razoavelmente boa. Entendo por "acompanhamento adequado" aquele que valoriza os sentimentos.

Iceman disse...

Olá Cristina.
Eu então acho que a essência do Ser Humano é má e basta ver que o ser humano é o único que destrói a casa onde vive e, penso (já me disseram que outros animais o fazem, mas não conheço), o único ser que mata por prazer.
A História da Humanidade isso prova e, honestamente, não acredito na raça humana, pese embora faça parte dela.
Não acredito na Humanidade. Iremos continuar em eternos conflitos até ao seu desaparecimento, algo que, nem que seja daqui a 1 milhão de anos sucederá, embora eu lhe dê uns 10.000 anos.

Cristina Torrão disse...

Também não tenho a certeza se há outros animais que matam por prazer. É muito difícil saber o que os animais pensam ;)

Mas, apesar de não estar tão certa como tu da nossa natureza má, penso que seremos responsáveis pela nossa destruição, sim.

Iceman disse...

Sim, também penso que o Homem será responsável pelo seu desaparecimento.
É curioso analisar-mos a "estadia" do Ser Humano na Terra.
Embora não exista consenso, o Homem Moderno surge há cerca de 200.000 anos. As primeiras grandes civilizações há cerca de 6.500 anos. Olha só a distância. Na prática só há civilização humana há 6.500 anos.
O planeta tem de vida 4.500 mil milhões de anos!!!
Os dinossauros surgiram na Terra há 220 milhões de anos e extinguiram-se há 65 milhões, tendo andado por cá 155 milhões de anos.
Ou seja, os Seres Humanos andam por cá a conspurcar a Terra há 200.000 anos. Os dinossauros 155 milhões. Vê bem a diferença, 1,5% do tempo.
Em 4.500 anos o Ser Humano dominou por completo a Terra e tenho a certeza que o fará em relação à nossa galáxia, mas e ao contrário de qualquer outro Ser, será essa evolução, essa ganância que o fará extinguir-se.
Eu digo sempre 10.000 anos, mas enfim, dou de barato esse valor, acho que no espaço de uns 2.000 anos o Ser Humano desaparecerá deste Universo.
E nota que o planeta está agora a chegar á sua maioridade, ou seja, em metade da sua vida.

Cristina Torrão disse...

Completamente de acordo.

Uma vez, vi um documentário na TV muito interessante, sobre a História da Terra, dos animais e da humanidade. Depois de se analisar o passado, faziam-se previsões para o futuro. E, como a humanidade estará extinguida muito antes de o planeta ter acabado, punha-se a hipótese de um qualquer outro animal (que talvez ainda nem exista) evoluir tanto, que tormaria conta do planeta, à nossa semelhança.