segunda-feira, 17 de agosto de 2015

Uma das Maiores Personalidades


de sempre do nosso país, disse e cito: “Eu não tenho religião, não acredito em Deus, nem tenho nada contra quem acredita, mas o que eu não compreendo é que a crença num ser superior dê origem a tanta coisa má e a tantos maus sentimentos, quando deve ser precisamente o contrário

E mais à frente diz: “Se se propaga que o destino do Homem é traçado por Deus e se implora a Deus a solução dos problemas que afligem a humanidade, se se apregoa a resignação, isso leva à descrença e à apatia”.

É precisamente isso que eu penso! 


2 comentários:

Cristina Torrão disse...

Sim, eu também acho que é um grande erro pensar em Deus como uma entidade superior, exterior a nós, capaz de resolver todos os nossos problemas e os da humanidade, através de súplicas. Mas acredito na espiritualidade do ser humano e que devemos procurar Deus dentro de nós. E ele torna-se tanto mais evidente, quanto mais consigamos viver em paz connosco próprios. Porém, não pensemos que Deus nos resolve os problemas. Ele pode ajudar, dando força e, aí, talvez a oração sirva de alguma coisa. Mas não os resolve por si só, nem evita catástrofes naturais.
Se essa espiritualidade que temos dentro de nós sobrevive à morte do nosso corpo, tenho as minhas dúvidas. A ver vamos, quer dizer, assim ou assado, havemos de o descobrir...

Miguel Chaica disse...

Sem dúvida, nós somos Deus!

Eu acredito na espiritualidade e na força da mente. Acredito na física quântica e na Lei da atração. Pura física