terça-feira, 6 de outubro de 2009

Novidades "Saída Emergência"


A Corte dos Traidores - Robin Hobb

Os Seis Ducados estão mais vulneráveis do que nunca.

Enquanto o príncipe herdeiro combate os Navios Vermelhos com a sua frota e a força do seu Talento, o rei Sagaz enfraquece a cada dia com uma misteriosa doença e bandos de Forjados dirigem-se para Torre do Cervo matando todos pelo caminho.
Mais uma vez, Fitz é chamado para servir como assassino real. Mas o jovem esconde outro segredo: ninguém pode saber que formou um vínculo com um jovem lobo através da magia proibida da Manha e, se for descoberto, arrisca-se a uma sentença de morte.

Quando o príncipe herdeiro embarca numa perigosa missão para pôr fim à ameaça dos Navios Vermelhos, a corte é entregue nas mãos do príncipe Majestoso que tem os seus próprios planos maquiavélicos para o reino. Cabe ao jovem bastardo proteger o verdadeiro rei numa corte prestes a revelar a face dos traidores num clímax memorável.

Não perca a continuação da Saga do Assassino, onde a lenda continua.




Clube de Sangue - Charlaine Harris


Há apenas um vampiro com a qual Sookie Stackhouse está envolvida, pelo menos de forma voluntária, e esse vampiro é Bill. Mas recentemente, ele tem estado um pouco distante. E noutro Estado.

Eric, o seu chefe sinistro e sensual, julga saber onde encontrá-lo e, quando dá por isso, Sookie está a caminho de Jackson, no Mississippi, para se infiltrar no submundo do Clube de Sangue. Este clube é um local perigoso onde a sociedade vampírica se reúne para descontrair e beber um copo de O positivo.

Mas quando Sookie finalmente descobre Bill – apanhado num acto de traição séria – ela não tem a certeza se o quer salvar… ou afiar estacas.



O Terror - Arthur Machen

Arthur Machen foi um dos grandes e incontornáveis escritores do início de século xx.
A sua obra é imprescindível à compreensão de autores como H.P. Lovecraft, Stephen King, Bram Stoker, Sir. Conan Doyle, Oscar Wilde, ou mesmo Alfred Hitchcock. Foi apontado por Luís Borges como a grande influência do realismo mágico.

O Terror é um dos três contos reunidos nesta obra. Neste conto, ambientado numa região isolada a Oeste de Gales, relatam-se acontecimentos bizarros e inexplicáveis, onde a natureza parece ganhar vontade própria e revoltar-se contra a humanidade. O poder contagioso de forças obscuras cria um clima de tensão e leva à violência.

Numa época em que todas as atenções estavam viradas para a Primeira Guerra Mundial, este conto é susceptível de diversas interpretações ou analogismos que o autor terá escondido na sua trama enigmática. Trata-se de uma obra literária muito estudada, e que merece um lugar de destaque em qualquer biblioteca.

Arthur Machen consegue uma perfeita simbiose entre fantasia, realidade e lenda.

3 comentários:

Paula disse...

Qualquer dia tenho de me aventurar nos livros dos vampiros :)

Iceman disse...

Olá Paula!

Eu então depois da decepção de "Drácula" fiquei sem vontade de voltar aos vampiros e agora com esta moda, ainda menos.

A mim, honestamente, não me atraem. Parecem-me, e sublinho o parece-me, a sua maioria livros para adolescentes que nada vêm trazer ao velho mundo de Nosferatu.

Por isso, em relação a vampiros, não contam comigo para ler qualquer livro.

Paula disse...

Eu também fiquei um pouco desiludida com o conde Drácula, esperava algo mais "sensual" no sentido de haver mais acção. Ainda não vi o filme, mas pelo que já me contaram o filme colmata esta falha.
De qualquer forma o que me atrai nesta série Sangue Fresco são as novidades no mundo dos vampiros, como o sangue sintético que é comprado e a relação com os humanos (bem, isto é o que eu já li "aqui e ali" nos blogues) qualquer dia arrisco e depois digo-te o que achei :)
Um abraço.